Trabalhadores em greve por direitos e por serviços públicos de qualidade

A greve dos servidores públicos e educadores do Paraná deflagrada no último dia 25 se fortalece e já tem a adesão de 27 entidades, entre sindicatos e associações.

Na próxima segunda feira (01/07), trabalhadores da educação, saúde e segurança prometem lotar as ruas capital paranaense com um grande ato unificado.

São quatro anos seguidos de arrocho salarial: a inflação corroeu os salários em 17% e reduziu significativamente a qualidade de vida e o poder de comprar de milhares de famílias trabalhadoras. Somado a isso, o governador Ratinho Jr. (PSD) apresentou do Projeto de Lei Complementar 04/2019 que congela a promoção, progressão ou qualquer avanço na carreira dos/as trabalhadores/as do Estado. Na prática, é o fim dos planos de carreira dos servidores.

A greve dos servidores públicos é legítima, é justa e deve ter respaldo e apoio popular, pois são as professoras, merendeiras, secretárias, enfermeiras, agentes penitenciárias/os, enfim o conjunto dos servidores públicos, que mesmo em condições adversas e precarizadas de trabalho, garantem ao povo trabalhador o acesso à educação, saúde e segurança.

Toda solidariedade aos servidores públicos em greve!

NENHUM DIREITO A MENOS!
É GRAVE! É GREVE!

Coordenação Estadual da Unidade Classista – PR

Trabalhadores em greve por direitos e por serviços públicos de qualidade