A UNIDADE CLASSISTA CONVOCA TODAS E TODOS À GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO, DIA 15 DE MAIO, E A CONSTRUÇÃO DA GREVE GERAL, DIA 14 DE JUNHO.

O governo Bolsonaro vem acelerando e aprofundando os ataques à educação, em especial, à educação pública. Dando continuidade à política econômica de ajuste fiscal para o setor, e implementando sua política reacionária de censura e perseguição ideológicas, anunciou cortes orçamentários para área de humanas e corte de 30% no orçamento de todas as universidades federais do país, além de incentivar o ódio ao conhecimento e o desrespeito aos profissionais da educação, orientando que filmem professores/as em seu local de trabalho sem autorização dos/as mesmos/as.

Neste cenário, temos ainda mais uma proposta de reforma da previdência que, na prática, irá extinguir a previdência pública e dar lugar a capitalização. A reforma atingirá não só os profissionais da educação como o conjunto da classe trabalhadora e a população mais pauperizada do país que depende dos recursos da seguridade social, um direito histórico tão duramente conquistado pelos/as trabalhadores/as. Por isso é necessário nos somarmos às lutas unitárias em defesa dos trabalhadores e da educação, em especial, da educação pública, laica e de qualidade.

Assim, a Unidade Classista convoca todas e todos a construir e participar da Greve Geral da Educação, no dia 15 de maio!

Apontada pela CNTE (Confederação Nacional dos Trabalhadores da Educação), reafirmada pelo III Encontro Nacional de Educação (III ENE) e pelo Fórum Sindical, Popular e de Juventude pelos Direitos e pelas Liberdades Democráticas – importante espaço de unidade de ação que viemos construindo desde o ano passado como parte do processo de reorganização da classe trabalhadora –, esta será uma data fundamental na luta contra a reforma da previdência, tendo como perspectiva a preparação para a greve geral do dia 14 de junho, já convocada pelas centrais sindicais.

Devemos empenhar todo esforço possível nestes dois dias – 15 de maio e 14 de junho – para estar na rua, na luta, em unidade com a juventude, movimentos populares e sociais, a fim de começarmos a construir não só nossa resistência mas uma ofensiva contra este governo fascista à serviço do capital e do imperialismo.

Todos e todas às ruas! Rumo a Greve Geral!
Pela Construção do poder popular!
Unidade Classista, futuro socialista!

A UNIDADE CLASSISTA CONVOCA TODAS E TODOS À GREVE GERAL DA EDUCAÇÃO, DIA 15 DE MAIO, E A CONSTRUÇÃO DA GREVE GERAL, DIA 14 DE JUNHO.