Todo apoio à oposição na eleição do Sind-UTE/MG!

Entre os dias 22 e 26 de abril de 2019 acontecerá eleições para o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais – Sind-UTE/MG, suas respectivas subsedes e para o Conselho Geral do sindicato. A Unidade Classista está na chapa 02: Oposição na luta! Independência pela base em oposição à esquerda da atual administração.

Vivemos uma conjuntura complexa e há tempos a educação tem sido o principal alvo do capital, tanto no sucateamento público quanto no fortalecimento das instituições privadas. O Governo Bolsonaro tem sido mais contundente, ou seja, quer-se acabar com a educação pública reduzindo-a nada. Isso é facilmente verificável ao vermos o Ministério da Educação completamente parado.

No âmbito do estado de Minas Gerais, vivemos sucessivos governos que vêm cumprindo cabalmente a cartilha neoliberal da educação, passando pelas administrações do PSDB, do PT e a atual que está encabeçada pelo governador Romeu Zema. Vemos trabalhadores pouco valorizados, escolas pouco equipadas para o trabalho cotidiano, redução do número de trabalhadores efetivos em detrimento dos contratados que é consequência do número reduzido de concursos públicos e piora das condições de trabalho, o que tem levado ao crescente número de trabalhadores com doenças físicas ou psíquicas.

A atual administração do Sind-UTE/MG vem adotando nos últimos anos uma postura conciliatória com governos pautada em mandatos parlamentares, reduzindo a capacidade do trabalho de base, o que gera baixa mobilização da categoria e derrota nas lutas. Assim sendo, muitos trabalhadores ficam descontentes e se desfiliam do sindicato gerando resultados perigosos para os trabalhadores e a educação.

Dessa maneira, constituiu-se um grupo de oposição à esquerda da atual direção do Sind-UTE/MG que tem como eixo central de atuação o fortalecimento do trabalho de base, aumento da democracia no sindicato, independência de governos e mandatos parlamentares, muita combatividade e interação constante com a sociedade e movimentos sociais. Portanto, diante da gravidade da situação, não podemos ter um sindicato ajoelhado a interesses contrários aos da classe trabalhadora, pelo contrário, é necessário trabalhar muito e em unidade construindo a greve geral, defender a educação, os direitos trabalhistas e os instrumentos de luta até o fim!

Conclamamos a todos os trabalhadores em educação de Minas Gerais a votarem na chapa 02: Oposição na luta! Independência pela base. Além do sindicato central, a Unidade Classista constrói as chapas das subsedes Amazonas, Contagem, Varginha, Poços de Caldas, Juiz de Fora, além de estarmos trabalhando para revitalizar a subsede de Sabará.

Venceremos!

  • Por um Sind-UTE/MG de luta!
  • Rumo ao Enclat!
  • Construindo a Greve Geral!
  • Abaixo a Reforma da Previdência!
  • Em defesa da educação pública, gratuita, de qualidade e popular!
  • Em defesa das liberdades democráticas!
Todo apoio à oposição na eleição do Sind-UTE/MG!
Classificado como: