Solidariedade Classista

A Unidade Classista gostaria de tornar público o seu apoio e solidariedade aos servidores Marcelo Nascimento Silva, Bruno Luís Santiago Cruz e Rafael de Souza e Mello Coelho da Silva ex-coordenadores da Associação dos Servidores da UNIRIO (ASUNIRIO) após uma série de perseguições que culminou nas suas exonerações.

Fato é que, após Marcelo, Bruno e Rafael assumirem mandato classista como coordenadores da ASUNIO e atuarem criticamente à Reitoria na defesa dos Servidores e da Universidade, foram alvos de processos administrativos disciplinares que como a maioria na universidade não respeita os princípios jurídicos da legalidade, da oficialidade e da publicidade dos atos. Com a impossibilidade em dar continuidade à perseguição por meio desses processos, devido à licença médica de dois dos servidores, de forma surpreendente e tirana a reitoria em um mesmo dia criou três comissões para avaliação de estágio probatório com a finalidade de exonerar os servidores. Ressalta-se que a data de posse dos servidores na instituição varia consideravelmente: Marcelo tem mais de cinco anos de instituição, Rafael completaria cinco anos em outubro e Bruno tem três anos e 5 meses. Fica clara que ao querer se livrar da oposição crítica à sua gestão, o reitor ultrapassa todos os limites da administração pública.

A Unidade Classista, não medirá esforços para garantir a nulidade do ato e o retorno dos servidores, que haja coerência na Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro e que seja respeitada a autonomia sindical e a legitimidade dos trabalhadores de se manifestarem e lutarem por seus direitos.

Repudiamos a ação da reitoria, nos solidarizamos com os servidores e reafirmamos, assim, a importância de que os sindicatos e movimentos das universidades atuem em defesa dos trabalhadores em voga.

UNIDADE CLASSISTA
(FRAÇÃO NACIONAL FASUBRA)

Solidariedade Classista