Trabalhadores do mundo honraram o 1º de Maio

Federação Sindical Mundial

Organizemos nossa luta: contra a barbárie imperialista, pelas necessidades contemporâneas do povo e da juventude, por um mundo sem exploração e guerras.

Trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo organizaram greves massivas, mobilizações, manifestações pelo 1º de Maio em cada país; celebrações que renderam homenagem aos 131 anos desde o levante dos trabalhadores de Chicago.

Sob as bandeiras da FSM os trabalhadores expressaram seu internacionalismo e reivindicaram direitos atuais para a classe operária em cada país: melhores salários, direitos e liberdades sindicais e trabalhistas, seguridade social, políticas para fazer frente ao desemprego.

 

Extraído de http://www.wftucentral.org/the-workers-of-the-world-honored-the-1st-of-may

Tradução: Unidade Classista

Trabalhadores do mundo honraram o 1º de Maio