O papel dos EUA e os bombardeios na Síria

Federação Sindical Mundial

Atenas, 7 de abril de 2017

É conhecido em todo o mundo que foram os EUA, a União Europeia, a Turquia e as monarquias do Golfo quem criaram, financiaram e armaram o Estado Islâmico. Seu objetivo foi desmembrar a Síria e criar novos estados fantoches para roubar as riquezas da região.

Hoje, com os bombardeios estadunidenses contra a Síria, Trump dá continuidade às políticas dos presidentes anteriores. Através deste ataque está dando respaldo ao ISIS. Assim aumenta o risco de uma guerra generalizada.

O movimento sindical classista exige:

  • Que as tropas estrangeiras abandonem a região;
  • Que acabe a intervenção imperialista contra a Síria e o Oriente Médio;
  • Os recursos naturais da Síria pertencem ao seu povo;
  • Os povos da região são os únicos que tem direito de decidir sobre seu presente e seu futuro;
  • Que cesse o uso de armas químicas por todos.

 

O Secretariado.

http://www.wftucentral.org/el-papel-de-los-eeuu-y-los-bombardeos-en-siria/?lang=es

Tradução: Unidade Classista.

 

 

O papel dos EUA e os bombardeios na Síria